3 de mar de 2015

Livro: Cidades de Papel (John Green)


Ano passado não se falava em outra coisa há não ser o livro e filme "A culpa é das estrelas", do escritor John Green, eu até pretendia ler o livro, mas acabei vendo o filme antes e, eu não sei vocês, mas eu particularmente não curto muito ler o livro depois que já assisti o filme (por outro lado, adoro assistir o filme depois de já ter lido o livro). Mas se todo mundo falava desse escritor, deveria ter um motivo né! Resolvi então que eu queria ler um livro dele, e a minha escolha inicial foi esse que vocês acabaram de ver a capa.

O livro "Cidades de Papel" conta a história de Quentin e Margo, vizinhos e colegas de escola. Não, o livro não é exatamente o que pode-se chamar de romance; Na verdade eles não são o casal, na verdade Margo nunca deu muita bola pra Quentin, mas apesar disso, na verdade Quentin era afim dela, desde sempre. 

Uma vez quando eles eram crianças viram um homem morto em uma praça da cidade, este tinha se suicidado com um tiro, segundo os vizinhos o motivo provavelmente era o recente divorcio que tinha-o deixado muito triste, Quentin diz para Margo que acha que isso não é motivo o suficiente para ele ter tirado a própria vida, então ela responde:

-Acho que sei o motivo.

-Qual é? (Ele pergunta)

-Talvez todos os fios dentro dele tenham se arrebentado.

E anos se passaram. Quando crianças eles brincavam juntos constantemente, mas conforma foram crescendo, apesar de moraram um ao lado do outro e estudarem na mesma escola, foram se distanciando, até que não se falavam mais.

Foi no final do terceiro ano em que Margo apareceu na sua janela durante a noite e "convoca-o" para ajuda-la á se vingar de algumas pessoas: O ex-namorado que a traiu, a amiga falsa, o valentão da escola que incomodava Quentin, entre outras pessoas. Eles voltaram para a casa quase perto de amanhecer; Após essa noite Quentin pensava que voltara a ser amigo de Margo, que no dia seguinte eles poderiam ficar juntos na escola, e nos outros dias também... Mas não foi bem assim que as coisas aconteceram, não. Margo não foi para a escola no dia seguinte, nem nos outros dias. Ela simplesmente sumiu.

Naquela madrugada, após se vingarem de várias pessoas, eles foram para um ponto alto da cidade, pra puder vê-la de cima. Margo disse algo sobre aquela cidade parecer uma "cidade de papel" e reclamou da vida que levava: Tudo tão igual, tão falso - exatamente como aquela cidade, que vista assim parecia de papel. Falou também sobre seu último fio se rasgar, e segundo ela, "toda garota de papel precisa de pelo menos um fio". 

Quentin achava que ela poderia ter feito o mesmo que aquele homem que eles viram quando eram crianças: Se suicidado. Ido para algum lugar qualquer para tirar sua própria vida, porque como ela disse, seu último fio havia se rasgado. Mas ele também pensava que talvez ela só tivesse ido passar algum tempo fora dali e fosse voltar á qualquer momento, e pensava também que ela poderia querer que ele á encontrasse - E foi exatamente isso que ele começou a tentar fazer, encontra-la.

O livro inteiro passa-se em torno disso: Uma parte que conta algumas coisas que aconteceram na infância deles; Outra parte que conta bem detalhadamente a noite de vinganças, desabafos e loucuras deles; E uma última parte que conta a vida de Quentin, seus amigos e o pessoal do colégio em que eles estudam pós sumiço de Margo, e suas várias tentativas de encontra-la. 

O livro contém 361 páginas, distribuídas em 3 partes com vários capítulos dentro de cada parte. A narração é feita por Quentin. É o primeiro livro que leio do John Green e achei a escrita dele fantástica, descontraída mas ao mesmo tempo profunda em algumas partes, do tipo que prende a gente na leitura, nos faz querer ler mais e mais. Infelizmente a história em si não achei tão interessante, não é do tipo emocionante ou super interessante, é uma história breve, que sei lá como o escritor conseguiu faze-la encher 361 páginas, de forma bem detalhada mas nem um pouco cansativa. Não vou dizer que o final é surpreende, porque apesar de eu não estar esperando por ele, eu não estava esperando por nenhum outro final, simplesmente não consegui entender o que se passou na cabeça de Margo, o que ela planejava, o que ela realmente queria que acontecesse... Mas digamos que é um final bem diferente do que costuma ter na maioria dos livros, eu diria que até um pouco decepcionante, mas ao mesmo, bem realista.

Não morri de amores por esse livro, gostei muito da forma como John Green escreve, mas a história em si achei fraca; Mas mesmo assim, gostei bastante de "Cidades de Papel" e recomendo!












*Obs: A primeira imagem peguei do Google Imagens, mas não possuía qualquer direito autoral, já as demais são de minha autoria.

21 comentários:

  1. Já li várias resenhas de Cidades de Papel, e para quem escreveu uma história tão fascinante como A Culpa é das Estrelas, deixa muito a desejar, por isso que até hoje esse romance não foi pra minha lista!
    My Holy Place Blog | Facebook | Comunidade no Google+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Eu ainda não li "A culpa é das estrelas", mas assisti o filme e gostei bastante, creio que o livro provavelmente deve ser ótimo, mas este realmente deixou a desejar.

      Excluir
  2. Eu tenho ele, estou lendo, aliás !
    Achei a resenha excelente, parabéns !

    http://portfoliogiseleszarbo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, querida, fico muito feliz que tu gostou da resenha :D

      Excluir
  3. ótima resenha, diferente de outras que li você soube descrever o livro e se posicionar sem iludir o leitor de que o livro é maravilhoso apenas pelo fato de que ele é de um escritor, que nos útimos tempos esta bem renomado. Parabéns!!

    http://www.styledrops.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda! Muito obrigada, fico muito feliz que tu gostou da resenha :D

      Excluir
  4. Eu amei o livro "A culpa é das estrelas" e quero muito ler esse!

    bj

    http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia esse sim, linda, tenho certeza que vais gostar, apesar de eu ter achado a história em si um pouco fraca, John Green escreve muito bem e não tem como não gostar do que ele escreve ;)

      Excluir
  5. Respostas
    1. Oi querida! Muito obrigada, fico muito feliz que tu amou :D

      Excluir
  6. Estava louca pra ler esse livro, só estou terminando um pra poder comprar, mas essa sua resenhar me fez querer começar amanhã! Parece ser incríveeeeeel!

    Beijos <3

    http://www.meuclosetenarnia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou da resenha, querida ♥

      Excluir
  7. Parece ser ótimo! Fiquei com vontade de ler ;D BJS
    Ficaantenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Minha lista de livros para ler só está aumentando! ahaha adorei

    www.fashionworldbykaren.com

    ResponderExcluir
  9. você foi expulsa do IACS? por que você saiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não fui expulsa kk Sai porque quis, adoro mudanças, apesar de ser muuuito legal lá, eu já fui pra lá pensando em passar só um tempo (fiquei 6 meses), só pra ter uma nova experiencia, pra saber como é morar em um internato mesmo.

      Excluir
  10. Parece ser bom ;)

    beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  11. Eu vi uma postagem sua sobre internatos.quero saber se os quartos são bem arrumados decorados?

    ResponderExcluir