3 de fev de 2015

Dois filmes nacionais que te dão uma lição de moral


Filme bom mesmo pra mim não é só aquele que tem um enredo bacana não, é aquele que te dá uma lição de moral! Quem me conhece sabe o quanto eu sou mente aberta, o quanto eu não tenho tolerância pra mimimi de gente preconceituosa e falsamente moralista; Não costumo postar sobre filmes aqui no blog, mas não tem como assistir esses dois e não querer que todos assistam, porque além de darem uma baita lição de moral naquelas pessoas preconceituosas, ignorantes e ressentidas, são ótimos e nos fazem refletir bastante. Borá conferir então?!



Eu não poderia começar por outro filme há não ser esse! O filme "E aí, comeu?" parece ser apenas uma tipica comédia brasileira, sem graça alguma e cheia de vulgaridade, foi o que eu pensei quando comecei a assistir, mas me enganei totalmente. Esse foi simplesmente o melhor filme brasileiro que eu já assisti! Nem tanto pelo filme em si, mas pela lição de moral que ele passa de um jeito descontraído. 

Honório, interpretado por Marcos Palmeira, passa grande parte do filme achando que sua mulher está traindo-o; Fernando (Bruno Mazzeo) se divorcia logo no inicio do filme e um pouco depois começa a se envolver com a vizinha de 17 anos; E Afonsinho (Emilio Orciollo Neto) é um solteirão que sonha em ser um escritor famoso e só se envolve com acompanhantes e mulheres casadas.

O final do filme é um tanto clichê, do tipo que desde o inicio já sacamos como será, mas apesar disso, não podia ser diferente, como eu já disse anteriormente, deu uma baita lição de moral. Será que gastar um tempão desconfiando da fidelidade do parceiro vale mesmo á pena? Acho que ninguém é realmente feliz assim né? Mas tomar decisões precipitadas não é uma opção, ainda mais quando não tem um motivo suficiente pra isso. 

Em relação aos personagens Fernando e Afonsinho, foram essenciais pra dar um basta em dois preconceitos que muita gente tem: Com ninfetas e com prostitutas. Pra quem não sabe, ninfeta é o nome "fofinho" que algumas pessoas dão para aquelas meninas novinhas que se envolvem com caras mais velhos, tipo eu, só que o que pra mim (e espero que pra vocês também) é uma coisa extremamente normal, ainda sim hoje em dia é motivo de muito preconceito, e sabe o que é pior? No meu caso quem me julgava não era o pessoal mais velho, minha família e tal, eram gurias novinhas que nem eu, que achavam um absurdo eu namorar um cara poucos anos mais velho. Ah, e pra dar um basta nos comentários de algumas pessoas bem ignorantes e sem estudo: Não, não é pedofilia um cara de 20, 30 ou 60 anos que seja namorar uma guria menor de idade, desde que ela tenha mais de 14 anos, pode checar, artigo 217 A.

No caso de Afonsinho, também foi super essencial pra dar um basta no preconceito com acompanhantes, que é uma coisa que eu não entendo e acho super hipócrita. Vou dar dois exemplos: A guria novinha que vai pra cama com todos, porém, de graça, e a mulher que é casada há anos, não curte mais o marido mas não separa por interesse; Lógico que as duas até são julgadas, mas nem se compara com o quanto acompanhantes são, sendo que elas fazem exatamente a mesma coisa, a diferença é que cobram (diferente da guria que sai por aí "distribuindo" gratuitamente) e não iludem ninguém (diferente da esposa, que faz todos pensaram que eles são uma família perfeita, de comercial de margarina).

Filme super divertido, descontraído, que todos deveriam assistir! Recomendo demais.




Uma vez, há bastante tempo atrás, eu ouvi a seguinte frase: "Quando uma janela se fecha, uma porta se abre". Com o tempo, percebi que aquela frase tinha tudo haver com minha vida, que era bem assim mesmo, acontecia uma coisa não-tão-boa mas logo em seguida algo bom acontecia, e mesmo que não acontecesse, pelo menos me servia de lição. Mesmo não tendo um passado perfeito, se eu tivesse a opção de alterar alguma coisa, não alteraria absolutamente nada, porque foram muitos dos tropeços que eu dei que me fizeram me erguer e hoje ser quem eu sou. 

O filme "O Homem do Futuro" aborda esse assunto que citei anteriormente, porém, no filme, João (Interpretado por Wagner Moura) decidi voltar sim no passado e mudar tudo. Ele volta pra sua época de faculdade, mais especificadamente para uma festa que estava ocorrendo, em que ele foi humilhado publicamente e perdeu Helena (Alinne Moraes), a garota por quem ele era apaixonado e nunca conseguiu esquecer. Na tentativa de mudar tudo, não ser humilhado, não perder Helena e se tornar um homem de sucesso, ele acaba piorando as coisas, e quando retorna ao presente, está tudo diferente: pra pior. Aí ele tenta consertar as coisas, voltando novamente ao passado; Mas será que ele consegue mesmo?

O filme tem como trilha sonora uma de minhas músicas preferidas, "Somos Tão Jovens", da banda Legião Urbana; Não tem "cara de filme brasileiro" e o enredo é bem interessante, do tipo que nos deixa bem curiosos pra saber o final. O filme em si é ótimo, mas da mesma forma que o anterior, gostei mais da lição que ele passou do que do próprio filme. Vejo muitas pessoas ressentidas, achando que poderiam ter feito tudo diferente, quando na real era pra ser tudo assim mesmo - e se não fosse, talvez fosse pior.


Filmes maravilhosos esses, vale muito á pena assistir ambos - e refletir sobre eles! Com toda a certeza, recomendo muito.

35 comentários:

  1. Olá amore, tudo bom? Fiquei ultra curiosa para assistir! Não conhecia nenhum dos dois. Bora fazer um cinema aqui em casa rsrsrs...Beijos
    Espero sua visita em meu blog: Ficaantenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, tudo sim!
      Assisti sim, vais adorar ;D

      Excluir
  2. E adoro o Homem do Futuro acho muito lindinho!! E Wagner arrasa!!

    Beijos;)
    * Blog da Pâm

    ResponderExcluir
  3. Só vi "O homem do futuro", é bem legal mesmo a mensagem que passa.

    Preserve Suas Raízes

    ResponderExcluir
  4. já viu ALEMÃO ??
    tb é bem intenso...acho que vais gostar..

    Ps: já te siigo aqui !
    Beeijo meu*
    E espero sua visita no MEU blog, viu ?
    www.cosmacticos.com | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Nunca assisti esse não, mas muito obrigada pela dica, qualquer dia desses eu assisto sim ;D

      Excluir
  5. pra você ver como é interessante olhar o filme nacional além de estereótipos, pois nunca tinha visto a história sob esse ângulo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, querida, tem muito filme nacional bom :D

      Excluir
  6. O aí comeu? pode ser muito show. Homem do futuro eu já assisti e adoreii muito massa!
    beijoos
    http://on-ee-off.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Também amei "o homem do futuro" e concluí a mesma coisa que você. Já o primeiro, nunca vi mas também não me interessou muito.. mas o ponto mais importante é: tem sim filme brasileiro bom, esse povo que fala que todos são ruins, é por pura preguiça de procurar. Só acho que as emissoras como a globo deviam investir tanto nos filme quanto investem nas novelas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, querida, tem muito filme nacional bom mesmo ;D

      Excluir
  8. Não assisti nenhum dos dois, fiquei curiosa!

    bj

    http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca assisti nenhum dos dois mas sempre pensei que ''E aí, comeu?'' seria daquele estilo bagaceiro, gostei de descobrir que por trás tem uma mensagem. Vou dar uma chance para o filme ;)

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  10. Q vergonha, será que só eu que não assisti nenhum desses dois filmes?. Mas gostei do post fiquei curiosa para assistir,

    Vem conhecer?
    http://www.eriikaleao.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nunca assisti nenhum, haha. Eu adoro filmes nacionais \o
    www.iamcamilakellen.blogspot.com
    www.facebook.com/iamcamilakellen

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia nenhum.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Já assisti os dois, são otimoss :3

    Error Mercure pode dar uma passadinha no meu blog? é novo

    xoxo

    ResponderExcluir
  14. Gosto de vários tipos de filmes diferentes e é sempre bom ter mais uns :D quero já assistir ;p

    ResponderExcluir
  15. eu tenho muita vontade de assistir o e ai comeu, e deu mais ainda pela lição de moral que ele transmite, beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Nossa, nunca assisti nenhum dos dois amôura.

    E sabe... concordo muito com você sobre isso de que filme bom é filme que nos traz algum ensinamento.

    Adorei o post :)

    Beijo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Muito obrigada, fico muito feliz que tu adorou :D

      Excluir
  17. E aí, comeu eu conheço e super recomendo, O Homem do Futuro nunca ouvi falar, mas fiquei interessada e vou procurar para assistir, e tem vários outros filmes brasileiros que valem a pena assistir.

    Beijos, adorei seu blog, estou seguindo!
    www.coisasthemulher.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim, querida, vais adorar!
      E muito obrigada, fico muito feliz que adorou :D

      Excluir
  18. Os dois filmes são bons, a meu ver. Demorei a ver o "E aí, comeu?" justamente por achar que fosse mais chulo. E "O Homem do Futuro" foge completamente do estereótipo dos filmes brasileiros, Wagner Moura é fodasticamente fodástico como ator... mas a Legião Urbana não lançou música com o nome "Somos tão jovens", o nome da trilha sonora é "Tempo Perdido".
    Tirando esse deslize, concordo totalmente com a opinião sobre os dois filmes ;)
    Legal seu blog, pra um blog hospedado no Blogger.

    ResponderExcluir