5 de ago de 2014

Especial e diferente


Às vezes você se sente como um peixinho fora da água? Posso te contar uma coisa? Eu também! E tenho certeza que muitas outras pessoas que você nem imagina. Isso não é só desprivilegio de nerds, gordos espinhentos ou pessoas antissociais. Vai por mim, não tem nada haver com você. Tem haver com os outros, e com a criação que tiveram. Infelizmente, ainda hoje em dia, muitos pais ensinam tantas coisas boas para os filhos, mas esquecem de uma lição essencial: Aceitar as diferenças. Quando digo diferenças não me refiro só à cor da pele, á altura ou peso, ou á opção sexual, me refiro ao caráter e ao jeitinho de cada um.

Por mais que falem por ai que o mundo está moderno, que as pessoas estão com a cabeça mais aberta, eu discordo bastante disso. Primeiro foi a escravidão de negros que foi proibida, depois criaram a leia Maria da Penha para proteger a mulher da violência domestica, e depois liberaram o casamento gay; Mas será que isso bastou para as pessoas entenderem de uma vez por todas que diferenças são apenas diferenças? Quero dizer, apesar de tudo isso, ainda tem gente que muda de calçada quando vê um negro, ainda tem marido que bate na mulher (ou agride de outras formas, por exemplo, verbalmente), e outro dia eu vi uma noticia de um cara que agrediu um casal gay apenas por ser um casal gay. Daí que eu te pergunto: Tem certeza que o mundo está moderno?!

Ok que as pessoas que citei anteriormente, que tem preconceitos horríveis e que poderiam ser presos por isso, são minoria. Mas e os preconceitos mais banais? Tipo quando você julga alguém por algo que essa pessoa fez, e que não foi errado nem feriu ninguém; Ou quando você julga alguém pelo estilo de roupa que ela usa, ou pelos lugares que frequenta, ou por sei lá mais que motivo?! Ninguém vai para a cadeia e nem responder processo por coisas do tipo, por isso, as pessoas acham que tem a total liberdade de não só não aceitarem as diferenças como expor essa revolta toda sem motivo algum, seja por meio de palavras, atitudes ou apenas indiferença.

Na minha concepção, um mundo moderno é um mundo com pessoas que realmente tem a mente aberta, ao invés de só respeitarem leis, do tipo que se diz que é proibido ser racista ou homofóbico, tu não é, porque não deve ser, a lei não permite e tu sabe que se for vai se ferrar, mas se fosse liberado sair por ai com uma metralhadora atirando em pessoas que apenas tem a cor e a opção sexual diferente da tua, tu faria com todo prazer, porque afinal, a lei permite. Desde quando isso é moderno?! E infelizmente muita gente ainda pensa assim; E como ter preconceitos com algumas outras diferenças não é proibido, as pessoas tem e sentem o maior prazer em deixar isso bem claro e de forma bem estúpida.

Alguns jovens são irresponsáveis, não fazem nada da vida praticamente e só sabem bagunçar; Outros são mais centrados, sabem que existe momento certo pra tudo, e nem sempre é o momento certo para bagunça. Algumas mulheres gostam de sentar em uma roda ao estilo luluzinha - só para meninas, e fofocar sobre a vida de todos; Outras preferem serem amigas de homens, e não estão nem ai para o que fulaninha falou ou quantos ciclana pegou na festa da semana passada. Tem homem que joga futebol quase todos os dias, outros jogam vídeo game, outros preferem ler, outros não suportam nenhuma dessas coisas. Tem mulher que não gosta de calça, usa raramente, e que só usa saia praticamente (oi!), já outras preferem calça. Enfim, não existe pessoa igual em tudo! Existem pessoas parecidas, mas igual, nunca. E ainda bem, não é mesmo?! Imagina que chato seria se todos fossem iguais, não teria o que conversar, ou como surpreender uma pessoa, seria tudo tão automático e sem graça.

Diferenças não são algo que se deve só aceitar, são algo que deve se agradecer por ter. Lógico que não dá pra justificar certos atos com isso, “tu é da paz, eu não, sou diferente, por isso mato um por dia” também não é pra tanto minha gente kk As diferenças devem ser respeitas, mas teu limite termina quando começa o do outro. Agora pergunto: Minha roupa te ofende, te magoa e te agride? Minhas lentes de contato fazem teus olhos arderem? Meu salto alto machuca teu pé? O fato de eu não ser “louquinha” nem “vida loka” te incomoda? Porque isso pareceria não fazer sentido algum, porque a vida é minha, e quem vive sou eu.

Às vezes eu passo por algumas garotas da minha idade e me entedio muito fácil. Todas vestem calças jeans e all star, todas têm cabelos do mesmo estilo e maquiagem ou não usam, ou usam iguais uma da outra. Tipo assim “calça jeans ta liberado, all star também, maquiagem só um rímel e um pó, cabelo tem que ser assim, se não a gente vai te julgar, falar mal de ti e te excluir” e o pior é saber que tem garota que deixa suas preferências de lado para agradar menininhas fúteis e mimadas assim.

Grande parte das pessoas tem a chata mania de julgar os outros por fase, achar que todos são iguais e têm que andarem somente com pessoas iguais á eles. Porque tu não gosta de funk? Porque teu namorado tem 22 anos, e tu 16? Porque tu não usa calça jeans? Porque tu usa lentes de contato? São perguntas que eu fico espantada como uma pessoa em sã consciência possa fazer, e a única coisa que consigo responder é “porque sim”, mas confesso, minha vontade é responder “porque diferente de ti, tenho personalidade”.

Nada contra quem faz tudo igual aos outros, desde que faça porque realmente quer. Tem pessoas que são mais básicas, mais comuns, mais “sem graça”. Tem pessoas que não são. Tem garota que se acha linda de saia e de salto, mas como todas amigas andam sempre de calça jeans, é isso que ela usa. Tem garota que não vê graça em garotos da sua idade, mas como todas amigas só ficam com garotos da mesma idade, ela faz o mesmo. Tem garota que curte músicos mais velhos, mas como as amigas só gostam de modinhas cantadas por garotos que nem barba tem ainda, é isso que ela diz ouvir. Tem garota que se entedia facilmente quando está junto com essas “amigas”, mas que continua sempre na companhia delas. Tem garota que gostaria de usar ou fazer algo novo, mas deixa sua vontade de lado, com medo do que os outros vão pensar. Tem garota que é burra, sem personalidade e sem vida própria. Eu espero que essa garota perceba logo que está deixando sua felicidade de lado, apenas por que estas amigas acham que ela não merece ser feliz.

E é exatamente isso que a sociedade faz com as pessoas sem personalidade. Elas impõem um padrão, e essas pessoas sabem bem que nem todos serão felizes seguindo esse padrão, mas continuam impondo, e sabem por quê? Porque essas pessoas, que se acham donas da verdade, acham que quem não seguir o que elas pregam, não merece ser feliz. Quando você faz algo que não te deixa feliz, pelo menos não totalmente, você apenas está concordando com o que essas pessoas pensam, que nem você, e que nem ninguém que é diferente, merece ser feliz. Mas eles estão enganados, e do fundo do meu coração, eu espero que a fixa de vocês caia logo.

Metaforicamente falando, essas pessoas são só patos, todos iguais, que ao invés de quaquá fazem fofoca, e que julgam o cisne por ser diferente. Especial e diferente. E você é o cisne, pode ter certeza disso.

Você não está errado, pelo contrario, você é a pessoa mais certa que eu já conheci, e espero que continue sempre assim. Você merece ser feliz. Merece sim, vai por mim. 


>>> Obs: hoje é dia de resenha de livro, porém, devido á problemas técnicos, isso não foi possível, então postei esse texto que já estava pronto para ser postado quinta-feira! Postarei então na quinta a resenha. <<<

22 comentários:

  1. Ameiiiii esse texo! Acho que todos deveriam ler! Acho que essa aliienacao que ocorre nos dias de hj retirou a capacidade do ser humano ter suas proprias opinioes. A ditaduta imposta na atualidade eh de fato algo vergonhoso. Acredito que vivemos em nossa perfeita utopia e ja esta mais do que na hora de sairmos da nossa bolha. Beijos e meus parabens!
    http://doce-realidade-distorcida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi querida, muito obrigada, fico muito feliz que amou :D

      Excluir
  2. Falou tudo!
    Eu sou bem amiga dos guris da minha turma, e outro dia chegou uma menina em mim ~duas na verdade~ e perguntaram por que eu andava sempre com os guris, eu respondi por que sim. Agora eu não posso andar com pessoas diferente do meu sexo que ou eu tenho problemas sociais, ou eu quero pegar todos; só que não é nenhum dos dois. Eu acho que foram um erro liberarem o casamento gay ~não sou homofóbica~, desde quando a sociedade tem que liberar que duas pessoas se casem? Oieeee? Se eles se amam e querem se casar, por que a sociedade demorou tanto pra aceitar ~parcialmente~ uma coisa tão simples, que é a união de duas pessoas?
    Sobre as menininhas eu não vou nem falar... ~mentira, vou sim~ eu não suporto pessoas que deixam de fazer coisas por que pensam no que os outros vão pensar ou falar. Minha amiga, uma vez me disse que eu era a pessoa mais satisfeita com a vida que ela já tinha conhecido, que eu fazia as coisas sem pensar nas consequências e quando elas vinham eu tava sempre de bem :P Muita gente, só por que eu uso camisa de banda, calça jeans e tênis ~eu tenho uma sapatilha também~ fica me chamando de maloquera e sei lá mais o quê. Só que eu não sou! Por que as músicas que eu ouço definem que os outros podem me julgar de acordo com que a sociedade disse que sou?
    Esse comentário ficou enoooorme, então só vou falar mais uma coisa: eu não me depilo. Eu odeio me depilar, eu tenho pelos em todos os lugares que crescem e não depilo. E quando as meninas da minha sala ficaram sabendo, vieram em mim me perguntar por que eu não me depilava, e falando que era um horror, que eu era relaxada e outras merd* aí. Não sabia que os meus pelos influenciavam tanto na vida dos outros :/
    || Zombies Vegetarianos ||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também, grande parte dos meus amigos são homens, e acho isso uma coisa normal.
      em relação ao casamento gay, também acho errado eles usarem esse termo, "liberarem", principalmente hoje em dia, isso deveria ter sido "liberado" desde que o mundo é mundo, o pior nem é terem liberado só agora, é agora, em pleno seculo 21, ainda existirem pessoas homofóbicas, acho isso algo tão antiquado.
      sobre as roupas, também "sofro" um pouco com isso, só que no meu caso é ao contrario do seu caso kk sou bem vaidosa, saio sempre de salto alto, de saia/vestido, então sempre tem alguém pra me julgar por isso, achar que eu sou metida só porque gosto de estar arrumada, sendo que não sou; várias pessoas já me disseram "antes de te conhecer, pensei que tu fosse metida", isso é algo que não consigo entender, o que a roupa da pessoa tem haver com o que a pessoa é? -.-
      Já no quesito depilação, sou 'a neurótica', não consigo sair de casa se tiver um minusculo pelinho crescendo, mesmo se ele nem estiver tão visível assim kk mas não acho que isso seja o certo, ou o errado, pois isso vai de cada um né, se a pessoa quer ou não quer se depilar, não tenho nada haver com isso, cada um faz o que bem entende com seus pelos.

      Excluir
  3. Falou e disse. O que falta as pessoa é caráter. Não preciso de uma lei que me diga o que é certo ou errado, isso tem que vir de mim.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Hoje em dia todo mundo entende um pouco de tudo e acabo por entender nada de nada. E adoram espalhar sua opiniões pelas redes sociais como fonte de verdade única. Ótimo post!
    Bj e fk c Deus
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi linda, muito obrigada, fico feliz que gostou :)

      Excluir
  5. Ótimo texto! Parabéns!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada, linda, fico feliz que gostou :)

      Excluir
  6. O problema é que ninguém gosta de quem é diferente, é uma saída adotada é a exclusão, cria-se um grupinho pra falar mal e maltratar a pessoa e ela se sente deslocada e desajustada, o segredo é não se importar e nem depender de ninguém.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "ninguém gosta de quem é diferente", eu me considero uma pessoa diferente, você tem algo contra mim?kkk mas falando sério, não é que ninguém goste, é que hoje em dia muita gente não tem personalidade e não sabe aceitar as diferenças, por esses sim, a pessoa diferente é excluída, mas não significa que seja por todos, ainda existe pessoas maduras e com personalidade no mundo, tipo eu ;) kk

      Excluir
  7. É muito bom sim, viu?! ;)

    Legal o texto. A verdade é que as pessoas tem medo de não serem aceitas na sociedade.

    Ótima sexta, Gabriela!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  8. Eu amei demais seu texto e concordo com cada palavra, cada vírgula. As pessoas confundem uma coisa 'não convencional' com uma coisa 'anormal', ninguém é anormal por ser diferente, elas são apenas não convencionais. Chamar alguém de anormal é quase uma desculpa para excluí-la e julgá-la, e pra mim, quem julga alguém assim, é o pior tipo de ser humano.

    Beijinhos,
    Gabi do www.chaecorujas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi querida, muito obrigada, fico muito feliz que amou :D
      concordo.

      Excluir
  9. Muito bom o seu texto, nem preciso dizer que eu amei ele ♥ tanto tempo que não vinha aqui >.<
    Infelizmente esse é o mundo que a gente vive, eu penso como voce, se tudo fosse igual seria tudo tão chato, a graça das coisas está no diferente, está nas coisas novas, mas essa sociedade de hoje em dia cria uma ditadura do que é "certo" e "errado" e o pior é que muitas pessoas são influenciadas por isso, infelizmente é assim, todo mundo deve ser igual aquela modelo de revista, escutar esse tipo de música, gosta de tal tipo de coisa.... E se fugir disso é considerado o esquisito(a), complicado demais. :/

    Beijos
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada, querida, fico muito feliz que amou ♥

      Excluir
  10. Perfeito e verdadeiro sua forma de pensar amiga. Concordo pois também penso assim, e pior vivo na pele preconceitos, como você mesma diz, é minoria, mas é!
    Existi é fato e nada muda isso, nem as tais leis.
    Me pergunto se um dia isso mudara? Pois já cheguei a desacreditar.

    Beijokas e tenha um delicioso final de semana.
    http://tudooqueelasgostam.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi linda, muito obrigada, fico feliz que também penses assim :)

      Excluir
  11. Infelizmente as pessoas não lidam bem com as diferenças. Querem viver num mundo onde tudo tem que ser igual e do jeito que elas desejam. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir